7 de jul de 2017

Simulado

E.E. Profº Nair Palácio de Souza realiza Simulado bimestral, a fim de consolidar conhecimento e construir habilidades e competências para as avaliações externas.
A E. E. Prof.ª Nair Palácio de Souza realizou nesta quinta feira 06/07/17 o Simulado bimestral para seus alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio, dentro do plano de gestão escolar na ação Consolidando Conhecimento, a fim de oportunizar aos alunos, competências e habilidades e verificação da consolidação de conhecimento para as avaliações externas.
 O Simulado é aplicado bimestralmente referente ao conteúdo dado em sala de aula, com atividades no formato das questões das Provas Brasil/ IDEB, ENEM, SAEMS, a fim de prepará-los para essas provas futuras, que tem grande impacto na  escolha  profissional deste estudantes de acordo com o Curso Superior ou área de trabalho que querem atuar.

 A Direção destaca a importância desse trabalho na  verificação da consolidação do conhecimento para dados internos de aprendizagem e a preparação dos alunos  através das regras desta avaliações externas tanto na questões, tempo, horário, atividades para realmente prepará-los para as mesmas.











6 de jul de 2017

Mediotec

Link
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScGhExDbPOycYEiO_T129236HB6t5Lb5hBREgt33ALUIV205g/viewform

ou

https://goo.gl/GW1TAS

3 de jul de 2017

Calendário de Provas Bimestrais - Vespertino - 2° Bimestre 2017



Calendário de Provas Bimestrais - Matutino - 2° Bimestre 2017



Calendário de Provas Bimestrais - Noturno - 2° Bimestre 2017



Revolução Francesa

Profª de Historia Trabalha a  Revolução Francesa através de “memes”
A profª Melina Pinotti que leciona História na E.E.Profª. Nair Palácio de Souza do município de Nova Andradina orientou os alunos do 2º Ano do Ensino Médio na elaboração de “memes” que denunciasse a desigualdade no Brasil, provida das diferenças sociais, raciais, étnicas e de gênero. As diferenças que nos tornam desiguais foram evidenciadas em imagens e frases, formuladas com base em estatísticas, e problematizam o acesso à moradia, à educação, à saúde e ao trabalho. O uso de mídias na metodologia foi utilizado como estratégia para aproximar os alunos com o ensino de História, e evidenciar que às problemáticas sociais devem ser considerados os processos históricos.
A professora acredita que o ensino de História deve atuar na relação entre passado e presente, e a partir das problematizações dos processos históricos, possibilitar ao aluno a compreensão das continuidades e das rupturas históricas. Nesse sentido, a partir do conteúdo da Revolução Francesa que teve como lema “Igualdade, Fraternidade e Liberdade”, a professora orientou estudos que relacionaram a “Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão”, de 1789 com a “Constituição da República Federativa do Brasil”, de 1988. O objetivo foi problematizar os ideais de igualdade previstos em ambos os documentos e, denunciar os aspectos que nos tornam “desiguais, porque diferentes”.

 Vejam os memes: