5 de dez de 2012

Rumo a Brasília, estudante de NA é finalista de olimpíada de língua portuguesa

Aluno da escola estadual Nair Palácio enfrentou concorrência de todo o País e concorre pela categoria 'Memórias Literárias'

Aos 13 anos de idade, o estudante Jadson Barbosa Alves, da Escola Estadual Professora Nair Palácio de Souza, já devia imaginar que as "recordações de uma infância simples, mas muito feliz" poderiam dar início a um roteiro com vários destinos. Foi em um sítio nas redondezas de Nova Andradina que o aluno cresceu. "O tempo passa, mas as recordações continuam em minha memória", começava o adolescente a escrever.
As memórias literárias que remontam as "Saudades da Infância" serviriam de inspiração para que o estudante se inscrevesse na 3ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa "Escrevendo o Futuro". O processo culminaria com o aluno classificado para as etapas posteriores do concurso. A notícia da indicação para a final aconteceu em São Paulo. "Não esperava essa repercussão, mas acho que tenho chances", afirmou Jadson.
 Inspiração - Livro 1808 é referência no acervo de Jadson (Foto: Almir Portela/ Nova News) 

Em três edições da Olimpíada de Língua Portuguesa, essa é a segunda vez que a Escola Estadual Professora Nair Palácio de Souza chega à final na categoria "Memórias Literárias". Na primeira delas, em 2008, a unidade de ensino foi a campeã do concurso. "Isso é motivo de muito orgulho para nós por estarmos, pela segunda vez, na final dessa olimpíada", enfatizou Acácio Luiz Sampaio, diretor da escola de Nova Andradina.
Ao lado da professora de português Maria José Zanquetta, carinhosamente chamada de Mazé, Jadson dedica o reconhecimento à educadora, ao apoio familiar e às horas dedicadas à leitura. "É preciso ter força de vontade. Vale a pena", frisou o finalista, ainda tímido diante das perguntas. A ideia de inscrever a escola no concurso foi desenvolvida pela docente, que incentivou a participação dos alunos. "Foi uma ideia muito bem aceita e em pouco tempo já tínhamos vários textos", disse.
Com o livro "1808", do jornalista Laurentino Gomes, em mãos, Jadson garante que não perderá o ritmo dos estudos e alçará novos vôos. Por mais que falte pouco mais de quatro anos para que possa ingressar na faculdade, o estudante já sabe para onde ir, ou melhor, permanecer. "Quero ser professor", adiantou.
Jadson embarca para Brasília no próximo fim de semana. Na mala está a expectativa para o resultado das olimpíadas. A classificação será divulgada no próximo dia 10 durante cerimônia com a presidente Dilma Rousseff (PT). 
   

Fonte - Marcos Daniel Santi
Redação Nova News

Nenhum comentário: