8 de ago de 2014

Projeto: “Meu bebê é um pintinho”

As Prof.ªs  Alessandra Rodelini e Tássia Fernanda Santos da disciplina de Ciências, desenvolveram um projeto com os alunos dos 8º anos A, B e C, “MEU BEBE É UM PINTINHO” com objetivo de sensibilizá-los sobre a responsabilidade e o compromisso que é ter um filho na adolescência, relevando os aspectos emocionais, financeiros, sociais e familiares.
O desenvolvimento do projeto ocorreu da seguinte forma: Os alunos levaram um pintinho para casa, escolheram um nome e durante seis dias levaram seu bebê-pintinho para todos os lugares que foram zelando pela sua integridade. A escola recebeu os pintinhos durante o período de aula, determinando um local que funcionou como uma “creche” para que os alunos deixassem seu “filho” e  pudessem cumprir o horário  escolar em sala normalmente. Assim, tiveram o compromisso de trazer  e retirar o pintinho no horário determinado para entrada e saída na “creche”. Durante a noite deveriam acordar para alimentar e cuidar do bebê/pintinho. Também fizeram um portfólio, onde descreveram a experiência diária de convivência com a nova rotina, fizeram uma lista com itens básicos para o uso do bebê (fraldas, creme para assadura, sabonete...) e verificaram quanto teriam de custo por mês. Ao final dos seis dias fizeram um relatório contando como foi sua experiência.
Com nomes engraçados, os adolescentes batizaram os “filhos/pintinho” de várias formas: Layon, Osvaldo ou simplesmente Pikachu etc. Alguns relataram que foi muito difícil, pois não conseguiam dormir bem durante a noite e era muito ruim ter que chegar mais cedo à escola para deixa-lo na “creche”. Comentaram constantemente que não era nada fácil ter esse tipo de responsabilidade e que ter um filho de verdade nesta fase da vida não ia ser tão divertido.

 Na segunda fase do projeto teremos ainda a vinda de uma ginecologista  e uma psicóloga  além de vídeos que retrata  sobre sexualidade na adolescência  a fim de conhecerem seu corpo, as mudanças que ocorrem e a influência emocional  da falta de cuidado e responsabilidade nesta fase da vida.









Nenhum comentário: