10 de ago de 2015

Escola Estadual Prof.ª NAIR PALÁCIO

Escola Estadual Prof.ª NAIR PALÁCIO está entre as 20 melhores escolas públicas de MS  no Enem 2014
  
A Escola Estadual Prof.ª Nair Palácio de Souza, mais uma vez, conquista a liderança das escolas públicas de Nova Andradina com maior nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014.  Esta instituição de ensino obtém a melhor pontuação desde 2005, quando o MEC começou a divulgar as notas das provas realizadas pelos alunos. Com aumento de 19,49 em relação ao ano passado, a escola alcançou a média  515,62 conquistando o décimo sétimo lugar no ranking das escolas públicas de Mato Grosso do Sul. O resultado foi divulgado no dia 05 de agosto pelo Ministério da Educação.

No ano passado 118 alunos realizaram a prova do ENEM e a escola obteve uma taxa de participação de 92,19 %. Segundo o MEC a taxa de aprovação dos alunos do Ensino Médio na escola é de 87,90% e a taxa de abandono é de 0,40%.

Segundo a direção escolar o resultado satisfatório no Enem deu-se graças ao esforço coletivo da equipe de profissionais que atuam nesta escola. Os professores procuram realizar um trabalho voltado para as avaliações de larga escala, como o Enem e a Prova Brasil. Todavia, a grande preocupação da escola é oportunizar aos alunos ferramentas para exercer com competência e responsabilidade a vida na sociedade.

Em relação às escolas particulares  que foram as melhores classificadas no ranking do ENEM, a direção da escola aponta que as públicas ficam em desvantagem, pois os alunos das escolas privadas possuem uma carga horária maior, ou seja, possuem aulas a mais de quase todas as disciplinas; o número de alunos em sala de aula é bem inferior ao das escolas públicas; o material usado pelo aluno (apostilas) é bem mais rico (e menos pesados do que os livros didáticos); e também são  melhor equipadas. Em alguns casos, quando um aluno não vai bem nas avaliações escolares, é “convidado” a procurar uma outra escola para estudar.  Em relação aos professores, não há diferença, pois a maioria que atua na rede particular,  trabalha também na rede pública. Entretanto, as mensalidades cobradas pelas escolas melhores classificadas no Enem chegam a mais de 2 mil reais, enquanto que a escola pública é gratuita, não sendo justo estabelecer uma comparação entre essas redes, como se as duas tivessem as mesmas condições de igualdade.
   
 Quanto a algumas escolas públicas bem classificadas, como as federais e militares, a direção destacou que essas realizam uma espécie de “vestibular” para selecionar seus alunos. O Regimento Escolar dessas instituições é mais rígido e os professores são mais valorizados. Na rede pública estadual não existe esta seleção, aumentando o desafio dos educadores em entusiasmar os alunos a estudarem sempre mais, aumentando também o mérito que estes profissionais devem ter. Vale destacar que  algumas vezes a escola é quase obrigada  pela Secretaria de Educação, a colocar até 45 alunos nas salas do Ensino Médio e isso dificulta o desempenho de todos.


O Enem é composto de um teste de redação e quatro provas objetivas - ciências humanas; ciências da natureza; linguagens e códigos; e matemática. A nota obtida no ENEM é utilizada para que o aluno possa disputar vagas no ensino superior através do SiSu (Sistema de Seleção Unificada) e ProUni (Programa Universidade para Todos). Além disso, as notas podem ser utilizadas para obter o certificado de conclusão do ensino médio. 


Nenhum comentário: